4.09.2012

gostava que visses nos olhos por quem passas todos os dias, o que a boca se recusa a prenunciar. gostava que eles te contassem, sem palavras, as infinitas saudades que me vão no coração. nove meses se passaram. e, agora que, dou por mim a pensar nos abraços guardados, nas lágrimas contidas, nos sorrisos disfarçados, nos olhares desviados e nas conversas inexistentes é que me apercebo que nove meses se foram. se soubesses a falta que me fazes. sempre me recusei a pensar no nosso fim porque nunca o imaginei possível, e mesmo depois de tanto tempo ainda não aceitei que nós já não somos o que éramos. já não somos melhores amigas. que tu, tens alguém a ocupar o meu lugar. agora, penso que já seja tarde de mais para lutar. queria-te de volta mas os lábios permanecem fechados de orgulho.
só queria puder voltar a abraçar-te.

2 comentários: